Brasil é dominado pela Polônia e perde mais uma na VNL

Brasil é dominado e perde para a Polônia na abertura segunda semana da Liga das Nações

Por Olimpíada Todo Dia em 22/06/2022 às 19:21:25

Divulgação/FIVB)

O Brasil perdeu seu terceiro jogo seguido na Liga das Nações de vôlei masculino. Depois de encerrar a primeira semana com derrotas para os Estados Unidos e para a China, a equipe de Renan Dal Zotto caiu diante da Polônia nesta quarta-feira (22), na abertura da segunda etapa, em Sofia, na Bulgária. E foi um passeio dos europeus, que venceram por 3 sets a 1 em 25/16, 22/25, 25/16 e 25/22.

A Polônia dominou o Brasil, que teve momentos de lampejo no segundo set e na reta final do quarto – quando chegou a ter dez pontos atrás do placar (17 a 7) e conseguiu cortar a diferença para apenas dois. O time teve ótimas passagens de saque, marcando 13 aces em todo o jogo. O Brasil, por sua vez, marcou teve muitos erros de serviço e marcou apenas um ponto de saque, já no fim do jogo.

O maior pontuador do jogo foi o oposto Alan. Muito acionado no segundo set, ele anotou 19 pontos, todos de ataque. Pelo lado do Brasil, apenas Leal – que fez sua estreia na competição – também atingiu os dois dígitos de pontuação: marcou dez. Já pela Polônia, o maior pontuador da equipe foi Semeniuk, com 18 pontos, sendo quatro de saque. Kurek marcou 17, enquanto Kochanowski fez 12.

Agora, o Brasil soma duas vitórias e três derrotas na Liga das Nações de vôlei masculino. Atual campeã da competição, a seleção é a décima colocada na classificação geral, com seis pontos. Neste momento, o time está fora da zona de classificação para a próxima fase – apenas os oito primeiros avançam. O próximo jogo da equipe será nesta quinta-feira (23), às 10h30, contra a Sérvia.

Como foi o jogo

O primeiro set foi todo da Polônia. A equipe europeia marcou 5 a 0, o que obrigou o técnico Renan Dal Zotto a já parar o jogo. A parada, no entanto, não adiantou. A Polônia seguiu abrindo, com grande aproveitamento nos saques, e teve oito pontos de frente em 15 a 7. O Brasil até reagiu e cortou a diferença para quatro, mas a Polônia foi arrasadora na reta final do set e fechou em 25 a 16.

A segunda parcial teve uma tônica bem diferente. O Brasil saltou a frente do placar logo no início e desgarrou do placar. Sem o saque fulminante dos adversários e com uma atuação impecável de Alan, o Brasil logo abriu 12 a 7. A Polônia conseguiu encostar no placar e assim permaneceu até a reta final, quando o Brasil desgarrou e abriu 20 a 16. Após pedido de tempo, os europeus cortaram a diferença para um, mas a seleção seguiu a frente e fechou em 25 a 22.

O terceiro set voltou a ser igual à primeira parcial. O saque polonês voltou a encaixar e a equipe abriu grande vantagem já no início do set. A equipe europeia chegou a 25 a 16 e voltou a frente do placar na partida.

O quarto e último set foi de muita oscilação para ambas as equipes. A Polônia dominou as ações iniciais. Com quatro pontos de saque, a equipe chegou a parada técnica com 12 a 3 de frente. O time abriu ainda mais vantagem e chegou a ter dez pontos na frente. Após ótima passagem de Leal, o Brasil marcou sete pontos seguidos e cortou a diferença para três. A equipe brasileira chegou a ficar a apenas dois pontos atrás do placar, mas desperdiçou contra-ataques e não conseguiu a virada, perdendo por 25 a 22.

Comunicar erro

Comentários

Ks materiais