30/09/2022 +55 (42) 9991-4781

Volei

Com muita festa, Sheilla se despede das quadras em jogo comemorativo

Com muita celebração, Sheilla se despede oficialmente das quadras em jogo festivo com grandes estrelas

Por Wesley Felix 19/08/2022 às 23:37:28

Sheilla despedida MinasSheilla teve presenças ilustres em seu jogo de despedida (Foto: Orlando Bento/MTC)

O fim de uma era. A bicampeã olímpica Sheilla Castro fez sua última aparição como jogadora de vôlei nesta sexta-feira (19), em jogo festivo promovido pelo Minas Tênis Clube, numa lotada Arena UniBH. Com uma grande festa, o evento contou com a presença de jogadores que fizeram história no voleibol nacional, além de grandes nomes da seleção brasileira da atualidade.

Dona de um currículo vitorioso, Sheilla conquistou os títulos olímpicos com a seleção brasileira de vôlei feminino em Pequim-2008 e em Londres-2012. Por isso, o "Set Final" – nome do evento festivo que marcou a despedida da oposta -, foi uma disputa entre o Time Londres e o Time Pequim. A bicampeã olímpica jogou em ambos os lados. O Time Pequim venceu a disputa por 2 sets a 1 (25/21, 22/25 e 26/24).

Em quadra, estiveram Maurício, Fofão, William, Carol Albuquerque, Macris, Gabi, Natália, Fernanda Garay, Leandro Vissotto, Thaísa, Fabiana, Fabi, Waleska, Serginho Escadinha, todos medalhistas olímpicos, além de Pri Dairot, Nyeme, Reggiane, Lorrenne, Kisy, Juciely e Leia. Os técnicos, foram cinco: José Roberto Guimarães, Paulo Coco, Zezinho, Fábio e Robertinha.

Homenagens

A programação começou com a apresentação dos times, seguido de um vídeo de Sheilla no telão. Enquanto falava sobre as expectativas para o evento, ela recebia mensagens carinhosas de jogadoras e treinadores. Logo em seguida, a bicampeã olímpica recebeu de sua avó, dona Terezinha, uma placa em agradecimento por seus feitos no vôlei, com os seguintes dizeres:

"É com grande honra e admiração que concedemos esta homenagem especial à bicampeã olímpica, Sheilla Castro, pela carreira de sucesso que iniciou no Minas Tênis Clube e pela contribuição imensurável ao esporte mineiro, brasileiro e internacional. Parabenizamos por ser referência e inspiração para atletas e fãs de todo o mundo por meio de sua trajetória irretocável".


Após o segundo set da partida, Carol Gattaz também surpreendeu Sheilla ao entrar em quadra interpretando a música "Facas", de Bruno e Marrone e Diego e Victor Hugo. O sertanejo é uma das paixões da oposta, compartilhada com as agora ex-colegas da seleção brasileira.

O jogo

Em total festa, Sheilla jogou no Time Pequim no primeiro set, ao lado de Thaísa, Carol Gattaz, Gabi, Fernanda Garay, Fofão e Fabi (libero). O Time Londres contou com Fabiana, Macris, Pri Daroit, Walewsca, Lorenne e Serginho (libero). Sheilla inverteu o lado no segundo set e, na terceira parcial, as equipes se misturaram.

O Time Pequim chegou a abrir 19 a 7 no primeiro set e o Londres encostou, cortando a diferença para três pontos. Ainda assim, o Pequim fechou em 25 a 21. Já no segundo set, Sheilla foi para o lado azul. A parcial foi bem mais equilibrada. Os dois times trocaram pontos e, na reta final, o Time Londres abriu para fechar em 25 a 22. No terceiro set, com tudo misturado, o Time Pequim, onde estava a bicampeã olímpica, venceu por 26 a 24, de virada.

Carreira vitoriosa

Sheilla aposenta-se deixando seu nome na história como um dos maiores nomes do vôlei brasileiro e mundial. Com a camisa da seleção brasileira, a oposta conquistou duas medalhas de ouro olímpicas (Pequim-2008 e Londres-2012), três medalhas em Mundiais (duas pratas e um bronze), sete ouros em Grand Prix, dois ouros em Jogos Pan-Americanos e duas taças das Copa dos Campeões.

Com a camisa do Minas, conquistou a Superliga em 2001/02 e foi campeã sul-americana em 2019/20. Ela também teve importantes conquistas no exterior, sendo campeã da Liga Europa pelo Vakifbank-TUR em 2016 e bicampeã da Copa Europeia com o Pesaro-ITA, em 2006 e em 2008.

Comunicar erro
Comentários