29/09/2022 +55 (42) 9991-4781

+ Esportes

Brasil leva ouro no Sul-Americano de ginástica artística

Equipe masculina do Brasil é campeã do Sul-Americano de ginástica artística. Yuri Guimarães levou a medalha de prata no individual geral

Por Gabriel Gentile 19/08/2022 às 20:20:57

Brasil Sul-Americano ginástica(Foto: Divulgação/CBG)

A seleção brasileira de ginástica artística masculina levou a medalha de ouro no Campeonato Sul-Americano, disputado em Lima, no Peru. O Brasil foi representado por Bernardo Actos, Diogo Paes, Murilo Pontedura, Leonardo Souza, Patrick Correa, e Yuri Guimarães. O sexteto conseguiu 313.800 pontos, ficando à frente de Argentina e Peru que levaram a prata e o bronze respectivamente. Yuri ainda levou uma prata no individual geral

O Brasil começou no solo e conseguiu um total de 54.150 pontos no aparelho (foram contadas as quatro maiores notas do país em cada aparelho para o total da equipe). Destaque para as apresentações de acima de 13 pontos de Yuri (13.800), Bernardo (13.750) e Patrick (13.650). Na sequência, os brasileiros foram para o cavalo com alças. A equipe teve duas quedas e somou apenas 49.550.

Nas argolas, o Brasil conseguiu um total de 51.400. No salto, um dos destaques foi Yuri Guimarães, que na última semana venceu a disputa no aparelho no Campeonato Brasileiro. O jovem de apenas 19 anos conseguiu uma média de 14.558 pontos para seus dois saltos e foi o melhor do dia no aparelho. No total, a equipe brasileira teve 56.150 no salto.

Na sequência, o Brasil foi para as barras paralelas, onde conseguiu um total de 49.650 pontos. Para terminar, os brasileiros foram para a barra fixa, onde somaram 52,900 para confirmar o ouro.

Individual Geral

Além do disputa por equipes, os resultados desta sexta-feira (19) também foram utilizados para determinar a classificação no individual geral. Yuri Guimarães levou a medalha de prata com 78.450 pontos. Ele conseguiu 13.800 no solo, 11.700 no cavalo com alças, 12.950 nas argolas, 14.450 no salto, 12.100 nas barras paralelas e 13.450 na barra fixa. Patrick Guimarães ficou em quarto lugar, com 78.000, e Murilo Pontedura foi o sexto, com 77.500.

A medalha de ouro ficou com o argentino Santiago Mayol, com um total de 78.800 pontos. O colombiano Josimar Calvo Moreno levou o bronze com 78.150.

Finais por aparelhos

Os oito melhores ginastas em cada aparelho (com limite de dois por país) se classificaram para as finais que serão disputadas no domingo (21). Veja, abaixo, a lista de representantes do Brasil em cada final:

Solo:

Yuri Guimarães – 2º lugar – 13.800

Bernardo Actos – 3º lugar – 13.750

Cavalo:

Bernardo Actos – 3º lugar – 12.950

Leonardo Souza – 4º lugar – 12.600

Argolas:

Patrick Correa – 2º lugar – 13.000

Leonardo Souza – 3º lugar – 12.950

Salto:

Yuri Guimarães – 1º lugar – 14.558

Barras paralelas:

Murilo Pontedura – 4º lugar – 13.100

Barra fixa:

Patrick Correa – 2º lugar – 13.650

Yuri Guimarães – 3º lugar – 13.450

Comunicar erro
Comentários