20/08/2022 +55 (42) 9991-4781

Basquete

Brasil domina o Chile e vence mais uma no Sul-Americano

Brasil vence o Chile por 100 a 37 e termina a primeira fase do Sul-Americano de basquete feminino com 100% de aproveitamento

Por Gabriel Gentile 03/08/2022 às 22:59:08

Brasil x Chile Sul-Americano de basquete feminino(Foto: FIBA)

A seleção feminina de basquete conseguiu mais uma vitória para encerrar a fase de grupos do Campeonato Sul-Americano, disputado em San Luís, na Argentina. O Brasil venceu o Chile por 100 a 37 e garantiu o primeiro lugar do grupo B com 100% de aproveitamento.

O dompínio brasileiro começou já no primeiro quarto, com a equipe tendo um bom aproveitamento nos rebotes e se aproveitando de erros da equipe chilena que fez só quatro pontos no período. O Brasil continuou a aumentar a vantagem no segundo quarto e foi para o intevalo vencendo por 55 a 18.

No segundo tempo, o Brasil continuou dominando a partida e, mesmo com a larga vantagem, a equipe continuou pressionando o Chile na marcação. O técnico José Neto aproveitou para rodar o time, colocando todas as atletas relacionadas para entrar em quadra. Todas as 12 brasileiras que estão no Sul-Americano pontuaram na partida. No final, o Brasil conseguiu chegar aos três digitos e venceu por 100 a 37.

"Gostei muito da dedicação de todas jogadoras e da obediência à nossa proposta de jogo. Um reflexo disso foram as diferenças nos placares desses jogos. Independente da fragilidade do adversário, a gente tentou fazer sempre o nosso melhor e, talvez por isso, tivemos esses placares elásticos", analisou José Neto.

Números do jogo

Um dos principais destaques do jogo do lado do Brasil foi a pivô Kamilla Cardoso, com 34 de eficiência. Ela fez um duplo-duplo, com 16 pontos e 13 rebotes. A cestinha da partida foi Patty Teixieira, com 18. A ala da seleção teve um ótimo aproveitamento nos arremessos do perímetro para conseguir a maior parte dos seus pontos.

Kamilla em quadra contra o Chile (Foto: FIBA)

Com o primeiro lugar no grupo, o Brasil também garantiu uma vaga na Americup de 2023. Agora, as brasileiras focam na semifinal do Sul-Americano contra a Venezuela na sexta-feira (5). A outra equipe finalista sai do duelo entre Colômbia e Argentina.

Comunicar erro
Comentários