São Paulo vence Puerto Cabello e fica perto de classificação na Sul-Americana

Com time reserva, Tricolor se aproxima de vaga nas oitavas e aumenta invencibilidade sob comando de Dorival Júnior

Gol de Wellington Rato em Puerto Cabello x São Paulo (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)

Gol de Wellington Rato em Puerto Cabello x São Paulo (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)

Mesmo com time quase todo reserva, o São Paulo fez seu dever na Venezuela e venceu o Academia Puerto Cabello por 2 a 0 na noite desta terça-feira, pela quarta rodada do Grupo D da Copa Sul-Americana (CLIQUE AQUI e assista aos melhores momentos). Os gols de Wellington Rato e Alisson, este nos acréscimos do segundo tempo, fazem o time disparar na liderança da chave e se aproximar da classificação direta às oitavas de final – só os primeiros colocados terão essa vantagem. O técnico Dorival Júnior rodou o elenco e começou com apenas um jogador normalmente titular: o goleiro Rafael. Num jogo que teve ritmo de treino, Dorival aumentou sua série invicta desde que chegou ao clube – agora são dez jogos sem perder, com sete vitórias e três empates.

A vitória leva o São Paulo aos 10 pontos, na liderança absoluta do Grupo D – Tigre, com seis, e Tolima, com quatro, se enfrentam nesta quarta-feira. O Puerto Cabello é lanterna da chave, sem ponto algum.

Com uma escalação bem modificada na comparação com os últimos jogos, o São Paulo tentou controlar o jogo com a posse de bola. Por outro lado, o Puerto Cabello adiantou a marcação e tentou atrapalhar a saída de bola. A primeira grande oportunidade veio com os venezuelanos, com o chute na trave de Lugo aos 21 minutos. O Tricolor, quando chegou, balançou as redes. Aos 27, Wellington Rato cobrou falta no ângulo e contou com a colaboração do goleiro Romero.

Dorival Júnior voltou com Alisson na vaga do garoto Rodriguinho, e aos poucos deu uma cara mais "titular" ao time, lançando também Calleri, Luciano, Gabriel Neves e Pablo Maia. Enquanto o São Paulo tentou administrar o jogo, o Puerto Cabello arriscou algumas saídas e até deu sustos na defesa tricolor, ainda que não tenha levado grande perigo ao goleiro Rafael. Tranquilo, o time esperou o tempo passar e teve alguns chutes de longe, como o de Pablo Maia, na reta final, exigindo boa defesa do goleiro venezuelano.

O São Paulo volta atenções ao Campeonato Brasileiro e enfrenta o Goiás no próximo sábado, às 21h (de Brasília), no Morumbi, pela oitava rodada. Na Sul-Americana, o time só joga em 8 de junho, contra o Tolima, também no Morumbi, às 19h.