botipromo_728x90

 

Dois dos grandes times do voleibol brasileiro estarão em Fortaleza (CE) no próximo fim de semana para a disputa pelo título da Supercopa feminina 2018. O jogo, que abre a temporada nacional de clubes, será no próximo sábado (10.11), no Centro de Formação Olímpica (CFO), e estarão na busca pela medalha de ouro o Vôlei Osasco Audax, campeão da Copa Brasil, e Dentil/Praia Clube (MG), campeão da Superliga Cimed 17/18. A partida será às 21h30 (Horário de Brasília) – 20h30 no horário local.

PUBLICIDADE

O time de Minas Gerais chega para a disputa por ter sido o campeão da mais recente edição da Superliga Cimed, enquanto a equipe de São Paulo ficou com o título da Copa Brasil. O confronto dos campeões tem tudo para ser de alto nível e quem crava a informação são os participantes da partida.

A líbero Suelen, que esteve com a seleção brasileira na temporada 2018, será uma das estrelas em quadra. A jogadora sabe seu time não terá facilidades diante do Vôlei Osasco Audax, mas garante que o grupo está determinado a conseguir o título.

“Esse é um jogo de grande peso para começarmos bem a temporada nacional. Um título já seria de grande valor para a nossa equipe que entra em todos os campeonatos sempre com o objetivo de ser campeão. Vamos enfrentar um grande time, embalado pelo forte Campeonato Paulista, mas vamos com tudo em busca dessa vitória”, disse a líbero.

Mesmo fora de casa, a jogadora espera contar com o apoio da torcida em Fortaleza. “Vamos jogar em um campo neutro, mas espero que os torcedores de todo Nordeste prestigiem o jogo e, claro, torçam pelo Dentil/Praia Clube”, brincou Suelen.

Além da líbero, o time mineiro conta com outros grandes destaques como as ponteiras Fernanda Garay e Rosamaria, as centrais Fabiana e Carol e as norte-americanas Fawcett (oposta) e Loyd (levantadora).

No Osasco Audax, outros grandes nomes do voleibol brasileiro estarão em quadra. A central Walewska, capitã da equipe, as ponteiras Mari Paraíba e Paula Pequeno, a líbero Camila Brait, a levantadora Claudinha e a norte-americana Hooker estão entre os destaques. No comando deste grupo, o técnico Luizomar de Moura.

“A Supercopa é uma grande oportunidade para continuidade de crescimento da nossa equipe às vésperas da principal competição da temporada, que é a Superliga Cimed. Jogar contra grandes equipes nesse momento, como aconteceu no Paulista, está nos ajudando muito nessa temporada depois da perda de um grande patrocinador e pelo atraso no início da preparação”, comentou Luizomar.

O treinador do Osasco Audax destacou a importância da partida válida pela Supercopa. “Nos reformulamos para esta temporada, com a chegada de novos patrocinadores, e o Paulista mostrou que podemos ser competitivos e sabemos que jogar contra o Dentil/Praia Clube, hoje a principal equipe do país, será mais um grande teste”, complementou Luizomar.

Essa vai ser a quarta edição da Supercopa. Em 2015 o título ficou com o Rexona-AdeS, em 2016, com o nome de Rexona-Sesc, a equipe carioca foi bicampeã, e em 2017, já como Sesc RJ, o time dirigido pelo técnico Bernardinho conquistou o terceiro título.


Você pode gostar

loading...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here