Nesta instigante análise da contribuição dos animais, das plantas e das doenças para o sucesso da colonização europeia nas zonas temperadas do Novo Mundo, o professor Alfred W. Crosby narra uma história bastante conhecida de uma perspectiva inovadora.

Em Imperialismo ecológico, o professor Alfred W. Crosby, da Universidade do Texas, conta a história da expansão europeia de um ponto de vista provocante e inovador. Em vez de estudar as batalhas militares ou a agressão cultural, Crosby concentra-se na pouco examinada invasão biológica das novas terras pelo que chama de “biota portátil”: o conjunto de animais, vegetais e doenças que embarcaram junto com os europeus nas caravelas e acabaram por expulsar ou liquidar a flora, a fauna e os habitantes nativos de várias regiões do mundo.

Da formação dos diversos continentes aos grandes êxitos do “imperialismo” no século XV, Crosby descreve como europeus se espalharam com arrojo pelos mares e continentes. Em três capítulos fascinantes ficamos sabendo que armas poderosas os navegadores levavam na bagagem: uma avalanche de seres vivos capaz de transformar o mundo.

ad3b2420-5b48-4ecb-84eb-b901255c805a

Share This:

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA