Teremos jogo 5 na série final da Superliga masculina. Neste sábado, na Arena Suzano, o Sesi-SP venceu o Taubaté por 3 sets a 1 (parciais de 22/25, 23/25, 25/18 e 21/25) e deixou tudo igual na grande decisão da competição nacional de vôlei. Agora, cada um dos times venceu duas partidas ao total da final.

Com isso, o sonho do Taubaté de conquistar o título inédito foi adiado momentaneamente. O quinto e último duelo entre as equipes, que decidirá o grande campeão da Superliga, será disputado novamente na Arena Suzano, às 21h30 (horário de Brasília) do próximo sábado, dia 11.

O jogo

O equilíbrio foi predominante no início de embate e, em seu começo, os times foram alternando pontos, com no máximo o Sesi abrindo dois de vantagem. Isso, no entanto, mudou no meio da parcial, com os paulistanos abrindo 15 a 18. A partir daí, o time visitante administrou a vantagem e, com uma bola cruzada do camisa 12 Lipe, garantiu o 25 a 22.

O Sesi-SP conquistou o primeiro set sendo superior no saque e no bloqueio, não permitindo que os rivais marcassem pontos dessa maneira. Os destaques da rodada foram Lucarelli, pelo lado do Taubaté, e Alan, em favor dos vencedores parciais.

(Foto: Reprodução/CBV/Twitter)

No segundo set, ao invés do equilíbrio, as equipes foram passando o bastão do bom momento. Enquanto o Taubaté começou melhor na rodada, o Sesi-SP reagiu e colocou três pontos de frente, apenas para ser alcançado novamente pelos adversários deste sábado.

Tal cenário persistiu até a reta final do set. Foi aí que o Sesi engatou uma sequência de três pontos – erro na recepção do saque e ponto de Evandro, além de ataques de Franco e Alan, fazendo o 25 a 23 em cerca de meia hora e colocando-se em grande posição para empatar a série final.

Logo no início do terceiro set, após desafio e contestação de um ponto, houve muita reclamação dos jogadores com a arbitragem. O principal incomodado, no entanto, era o técnico do Taubaté e da Seleção Brasileira masculina, Renan Dal Zotto, que acabou expulso pelo juiz principal.

Equipes se enfrentaram em Suzano (Foto: Reprodução/CBV/Twitter)

Ainda assim, o Taubaté pareceu não se importar com a ausência de seu comandante à beira das quatro linhas. Sem dificuldades, diferentemente das parciais anteriores, o time azul fechou tranquilamente em 25 a 18 e começou a mostrar poder de recuperação.

No quarto set, o equilíbrio reapareceu, novamente sorrindo a favor do Sesi-SP. Em uma parcial parelha, o time da Vila Leopoldina fechou em 25 a 21, venceu a partida por 3 sets a 1 e, consequentemente, adiou a decisão do campeão da Superliga masculina.

loading...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here