Com oito vitórias em nove jogos disputados, a seleção brasileira masculina de vôlei já está em Varna, na Bulgária, e já fez, nesta terça-feira (12), o primeiro treino no ginásio onde enfrentará Canadá, França e a equipe da casa nesta quarta semana de Liga das Nações. A equipe comandada por Renan, no entanto, teve uma má notícia neste primeiro trabalho: o central Maurício Souza sentiu uma lesão muscular abdominal e está fora da fase classificatória da competição.

O jogador lamentou o ocorrido, mas fez questão de valorizar os companheiros de seleção brasileira. “Uma lesão é sempre algo traumático. Meu foco agora é recuperar e voltar a ajudar o mais rápido possível. Enquanto isso, sei que os outros centrais irão dar conta do recado. A seleção é a minha casa e esses jogadores são meus irmãos. Confio demais neles”, afirmou Maurício Souza.

Segundo o médico, Dr. Felipe Serrão, a lesão não é tão grave, mas é suficiente para tirar o jogador dos próximos jogos. “O Maurício sentiu uma dor pontual no músculo reto abdominal esquerdo no treino de hoje. A ressonância magnética mostrou uma ruptura. Vamos tratá-lo para retornar o mais breve possível”, disse Serrão.

Logo após a constatação da lesão, o central já deu início ao trabalho de recuperação com o fisioterapeuta Matheus Cardoso. “O Maurício já começou um trabalho imediato de fisioterapia, se dedicando integralmente na recuperação. Já está tratando há cerca de quatro horas neste primeiro dia e a tendência é que ele faça uma média de sete a oito horas de fisioterapia por dia. Nosso objetivo é que ele esteja pronto para a fase final da Liga das Nações, já que o prazo médio dessa recuperação varia em torno de três semanas”, explicou Matheus.

Os outros centrais à disposição do técnico Renan nesta semana são Lucão, Isac e Otávio. “É uma pena não poder contar com o Maurício especialmente nesta etapa, que vai ser muito difícil. Sem dúvida, é um jogador que faz falta, mas temos outros três ótimos centrais, que, certamente, irão suprir a nossa necessidade”, afirmou Renan.

Sem chance de atuar nas duas últimas semanas da fase classificatória, Maurício Souza retorna ao Brasil na próxima quinta-feira (14.06) e seguirá para o Centro de Desenvolvimento de Voleibol (CDV), em Saquarema (RJ), onde ficará nas próximas semanas, em tratamento com a equipe de fisioterapeutas das seleções brasileiras.

O Brasil é o segundo colocado na classificação geral da Liga das Nações, com 23 pontos somados em oito vitórias – sobre Sérvia, Alemanha, Coreia do Sul, Japão, Estados Unidos, Rússia, Irã e China – e apenas um resultado negativo, sofrido para a Itália, por 3 sets a 2. Na primeira posição está a Polônia, que tem o mesmo número de pontos, porém melhor saldo de sets.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here