A comunidade rural Caeté, em Ortigueira (PR), terá guardiões da natureza. Em parceria com a prefeitura municipal e Klabin, a Polícia Militar Ambiental do Paraná inicia, em agosto, uma nova turma da Força Verde Mirim, na Escola Municipal de Ensino Fundamental Laudemar Alves da Silva, e irá formar 34 crianças de 10 a 12 anos para atuarem na preservação do meio ambiente. Esta é a segunda turma do programa no município. A anterior, na localidade Briolândia, foi realizada no segundo semestre de 2017, formando 27 estudantes e já apresenta resultados concretos.

Secretaria Municipal de Educação de Ortigueira, Klabin e Polícia Militar Ambiental do Paraná assinaram o protocolo de intenções

Para marcar o início da nova turma, no último dia 12 de julho foi realizada a aula inaugural com a apresentação dos alunos, assinatura do protocolo de intenções e uma palestra sobre biodiversidade, com o médico veterinário da Klabin, Pedro Chagas de Camargo.  As aulas serão conduzidas por dois policiais da Força Verde e começam na segunda quinzena de agosto. Uma vez por mês serão trabalhados temas como identificação da fauna e flora da região, crimes ambientais, poluição, cuidados com o meio ambiente e preservação da biodiversidade.

Aulas da nova turma da Força Verde Mirim começam em agosto

O projeto Força Verde Mirim é realizado há 10 anos pela Polícia Militar Ambiental do Paraná. “Acreditamos que esse projeto é capaz de transformar a vida dessas crianças, dando a elas uma visão de mundo diferente e também a autonomia necessária para melhorar a realidade onde moram. Elas aprendem os conteúdos e atuam como disseminadores, orientando sua família, amigos e comunidade”, afirma o comandante do 5º Batalhão da Polícia Militar Ambiental do Paraná, Marcelo Veigantes.

PUBLICIDADE

A Klabin apoia a realização do projeto por meio da doação de uniformes e suporte durante as aulas. “Projetos como esse disseminam conhecimentos importantes sobre meio ambiente e são essenciais para o desenvolvimento sustentável da região”, destaca o gerente de Relações com a Comunidade da Klabin, Uilson Paiva.

De acordo com a secretária de educação de Ortigueira, Elizete Carnelos, o resultado prático da formação de estudantes das escolas rurais já se tornou realidade. “As crianças da comunidade Briolândia que participaram da primeira formação já aplicaram seus conhecimentos em defesa da natureza: em um incidente recente com um caminhão, eles acionaram as autoridades e avisaram que havia risco de contaminação da água do rio, com o combustível que estava escorrendo”, observa.

loading...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here