botipromo_728x90

Alexander Bortnikov, chefe do serviço de segurança federal da Rússia, afirmou que este setor “tomou medidas para detectar e desviar tentativas de terroristas que usam ‘drones’ durante eventos políticos ou esportivos, inclusive durante o Campeonato Mundial”.

A Rússia usou milhares de agentes da polícia e tecnologias de vigilância de última geração para proteção durante a Copa do Mundo, que ocorreu de 14 de junho a 15 de julho deste ano.

PUBLICIDADE

No entanto, quatro membros do grupo contestatário Pussy Riot conseguiram invadir o campo durante a final do Mundial, vestindo uniformes de polícia.

Em abril, o governo russo já tinha afirmado que torcedores ‘extremistas’ e nacionalistas planejaram ataques durante o torneio na cidade de Samara, e que foram impedidos pelos serviços de segurança locais. Com informações da Lusa.

loading...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here