A região dos Campos Gerais pretende criar uma Associação para integrar seus espaços museais. A proposta foi apresentada pelo diretor do Museu Campos Gerais, Niltonci Batista Chaves, durante reunião da AMCG Cultura realizada na terça-feira no município de Imbaú. “A ideia é integrar os Museus, Casas da Memória e Acervo Documental da região”, explicou aos gestores de Cultura.
O Museu Campos Gerais, gerido pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), retomou suas atividades após ter seu prédio reformado. “Queremos aproveitar o papel institucional da Universidade, bem como sua força, para aproximar estes espaços”, destacou Batista, completando que a proposta é contar com formação técnica permanente. Para isso, a UEPG está firmando parcerias. A primeira com a Universidade de São Paulo. “Faremos uma série de oficinas para capacitar as pessoas que atuam nos Museus”, adianta o diretor.
Para o coordenador da AMCG Cultura, e secretário municipal de Palmeira, Waldir Joanassi Filho, a proposta de integrar os espaços museias da região vem ao encontro da missão dos gestores, que é a promoção regional da Cultura. “Este é um trabalho que faremos concomitante as demais ações da AMCG Cultura”, antecipou, já solicitando aos demais gestores informações sobre todos os museus e acervos municipais. “Primeiro temos que ter um diagnóstico da região para verificarmos a situação bem como as demandas desses espaços”, disse.
Além da capacitação técnica, a criação de uma Associação possibilita que a região pleiteie recursos junto aos Governos Federal e Estadual. “Também poderemos fazer projetos que beneficiem todos os espaços”, destaca Joanassi, citando as leis de incentivo à Cultura.
Ainda durante a reunião da AMCG Cultura, o diretor do Museu Campos Gerais colocou o espaço a disposição dos gestores da região. “Já estamos desenvolvendo um trabalho importantíssimo de digitalização de documentos históricos, tanto do Museu quanto da Casa da Memória de Ponta Grossa”, contou, abrindo a possibilidade das Prefeituras da Associação dos Municípios dos Campos Gerais solicitarem o serviço, e contarem assim com suas documentações históricas disponíveis em uma plataforma online e de acesso livre a pesquisadores e população em geral.

VOCE TAMBÉM PODE GOSTAR
loading...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here