Professora de ioga é encontrada viva após 17 dias perdida em floresta no Havaí

0

(Reuters) – Equipes de resgate no Havaí encontraram uma instrutora de ioga que fazia uma trilha em uma reserva florestal e estava desaparecida há 17 dias, mas sobreviveu bebendo água de córregos e comendo plantas.

Amanda Eller, de 35 anos, caminhava na Reserva Florestal de Makawao, em Maui, no dia 8 de maio, mas se perdeu ao entrar na reserva, que cobre mais de 2.000 acres, em vez de voltar ao seu carro, como achava que estava fazendo.

PUBLICIDADE_____________________________________________________________

“Graças a Deus ela estava ali”, disse o coordenador das buscas que estava no helicóptero, Javier Canetellops, a repórteres. “Inacreditável.”

Eller, que também trabalha como fisioterapeuta, estava desnutrida, sem sapatos e com a perna quebrada e com uma torção no menisco do joelho, além de queimaduras de sol e arranhões.

Ela foi levada ao hospital e deve se recuperar totalmente.

Amigos lançaram a campanha “Encontre Amanda” no Facebook, e apenas uma hora antes de ela ser resgatada, ofereceram uma recompensa de 50.000 dólares por informações. Voluntários passaram dias vasculhando a floresta em volta da trilha onde ela havia estacionado.

“Exaltada. Animada. Em êxtase”, disse a mãe de Eller, Julia, à afiliada da NBC News em Honolulu. “Não consigo colocar em palavras. Estou incrivelmente grata.”

(Por Daniel Wallis)

loading...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here