Prefeitos avançam na instalação do ‘Samu Regional’

16

Prefeitos integrantes das 3ª, 4ª e 21ª Regionais de Saúde assinaram na manhã desta quinta-feira (22), em Ponta Grossa, o protocolo de intenções para a constituição do Consórcio Intermunicipal Samu Campos Gerais (CimSamu). A reunião foi convocada pelo Consórcio Intermunicipal de Saúde dos Campos Gerais (CimSaúde) e Associação dos Municípios dos Campos Gerais (AMCG) e reuniu chefes do Executivo, secretários municipais, além de representantes das Regionais de Saúde na Associação Comercial e Industrial de Ponta Grossa (Acipg).

Após a assinatura do protocolo, o próximo passo para a instalação do ‘Samu Regional’ é que cada Prefeitura que pretende participar do Consórcio encaminhe projeto de lei (PL) para suas Câmaras Municipais. Após aprovação nos legislativos, será criado oficialmente o Consórcio. A princípio, os 28 municípios das três Regionais de Saúde devem integrar o CimSamu, mas cada Prefeitura analisará a proposta e terá autonomia para integrar ou não a Rede de Urgência e Emergência do Estado.

De acordo com o presidente do CimSaúde, o prefeito de Carambeí, Osmar Blum (PSD), é muito de fundamental importância a adesão de todos os prefeitos, pois a implantação do Samu Regional trará grandes benefícios. “Temos que lutar para que chegue aos municípios o que a população realmente precisa em termos de saúde e atendimento”, avaliou o prefeito.

Para o prefeito de Ponta Grossa, Marcelo Rangel (PPS), a assinatura do protocolo de intenções já é uma grande conquista para a região dos Campos Gerais. “Hoje foi um grande passo, pois o Samu é algo que irá transformar a saúde de nossa região”, destacou Rangel. Ponta Grossa deverá ser sede do Samu Regional.

Além do Samu Regional, Ponta Grossa também deverá contar com uma unidade do Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas (Graer) – autoridades municipais e estaduais negociam a instalação da unidade no município.

Neste novo formato será possível realizar a unificação da rede de urgência e emergência, inclusive com resgaste aéreo através de parceria com o Graer. “Os municípios que não tem SAMU poderão contar com o trabalho dos profissionais, além de ter uma central de regulação única. Isso será um avanço, uma ampliação nos serviços já existentes”, comenta Rangel.

Com o Graer e o Samu Regional, a região dos Campos Gerais deverá alcançar um avanço significativo no serviço de saúde, principalmente no atendimento de urgência e emergência.

Viabilização do Centro de Especialidades

Além da instalação de unidades do Graer e do Samu Regional, os prefeitos dos Campos Gerais ainda buscam viabilizar a construção do Centro de Especialidades também em Ponta Grossa. A verba, orçada em R$ 7 milhões, está prevista desde 2013, mas até o momento não saiu do papel. O secretário de Saúde do Estado, Michelle Caputo Neto, garantiu a liberação do recurso que deverá ser empenhado ainda em 2017. A construção do Centro de Especialidades é classificada como vital para a diminuição da fila de consultas com especialistas na região.

Integrantes: Os 28 municípios que devem integrar o CimSamu são Arapoti, Carambeí, Castro, Curiúva, Fernandes Pinheiro, Guamiranga, Imbaú, Imbituva, Inácio Martins, Ipiranga, Irati, Ivaí, Jaguariaíva, Mallet, Ortigueira, Palmeira, Piraí do Sul, Ponta Grossa, Porto Amazonas, Rebouças, Reserva, Rio Azul, São João do Triunfo, Sengés, Teixeira Soares, Telêmaco Borba, Tibagi e Ventania.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here