Seis caminhões com resíduos que acumulam água e que são potencialmente criadouros do mosquito transmissor da dengue foram extraídos dos bairros BNH, São Roque, Jardim Kroll e Jardim Bonavila, na última quinta-feira, 8 de março, quando ocorreu o mutirão de limpeza organizado pela Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Vigilância Sanitária em parceria com a Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (SMOSP).

Cerca de 35 servidores municipais participaram da ação, que ocorreu das 8 às 17 horas, e contou com o apoio de lideranças comunitárias, das igrejas, e escolas destes bairros.

O objetivo, reforça o secretário municipal de Saúde, Dr. Ede Pukanski, foi eliminar os possíveis criadouros do mosquito e reduzir significativamente a infestação hoje existente de larvas nesta região,  colocando o município em risco de uma epidemia de dengue, zika e a febre chikungunya.

PUBLICIDADE

Foram recolhidos diversos materiais que acumulam água, especialmente pneus, nesse caso foi necessário um caminhão cheio para retirá-los.

A Vigilância Sanitária está trabalhando atentamente no monitoramento e conclama a sociedade para que atue efetivamente no combate à dengue.

Nas próximas semanas, sob a coordenação da Dra. Ana Cláudia Natel, será feito o Levantamento  de Índice Rápido (LIRA). O município deverá ser dividido em quatro extratos, cada um corresponde a aproximadamente 9 mil imóveis, destes 20% serão visitados para verificar o índice de infestação de larvas do mosquito Aedes aegypti.

Telêmaco Borba possui atualmente 37.471 imóveis.

A SMS registou este ano um caso confirmado de dengue, a pessoa adquiriu a doença no Estado de São Paulo, portanto trata-se de um caso importado.

Para mais informações a respeito do combate à dengue em Telêmaco Borba podem ser obtidos na Vigilância Sanitária pelo telefone 3904-1483.

loading...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here