Camponesa/Minas receberá edição feminina do Sul-Americano de Clubes (Créditos: Orlando Bento/MTC )

O estado de Minas Gerais vai respirar voleibol em maior intensidade no mês de fevereiro de 2018. Além dos seis times na disputa da Superliga de vôlei 17/18, as cidades de Montes Claros e Belo Horizonte receberão as edições masculina e feminina, respectivamente, do Campeonato Sul-Americano de Clubes. A competição masculina será de 6 a 10 de fevereiro e a feminina de 20 a 24 do mesmo mês.

Entre os homens, os brasileiros Sada Cruzeiro, atual campeão da Superliga, e Montes Claros Vôlei, sede do campeonato, já estão garantidos. O Personal Bolívar, representante da Argentina, também. No feminino, já estão com vaga assegurada as duas equipes do Brasil: Camponesa/Minas, time sediante, e Sesc RJ, atual campeão da competição nacional.

Os seis times mineiros presentes na Superliga são: Montes Claros Vôlei, Sada Cruzeiro, Minas Tênis Clube e JF Vôlei, no masculino, e, no feminino, Camponesa/Minas, Dentil/Praia Clube, no naipe feminino.

Para o presidente da Federação Mineira de Voleibol, Tomás Mendes, sediar uma competição de nível internacional é uma forma de dar ainda mais chances aos clubes brasileiros.

“Para nós, como federação, poder oportunizar aos nossos clubes uma competição internacional, que var dar uma vaga no Campeonato Mundial de Clubes, é muito importante. Minas Gerais tem um torcedor muito apaixonado pelo vôlei e tenho certeza que tanto no Minas, como em Montes Claros, vamos conseguir fazer dois grandes eventos”, afirmou Tomás.

O presidente da Federação Mineira ainda exaltou a qualidade dos confrontos. “Serão grandes jogos, com fortes equipes e isso é um presente para a nossa torcida. Além disso, com essas competições, estamos ajudando para que nossos clubes consigam o objetivo de estar no Campeonato Mundial”, concluiu Tomás Mendes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here