Jovem morre oito anos após comer lesma em desafio entre amigos na Austrália

0

Oito anos após ingerir uma lesma contaminada por um verme causador de meningite, o ex-jogador de rugby Sam Ballard, de 28 anos, morreu em Sidney, na Austrália. O jovem, que comeu o animal vivo durante uma festa de aniversário após uma aposta com amigos, teve uma grave infecção cerebral e ficou com o corpo quase todo paralisado desde então.

Dias depois do desafio, Ballard começou a sentir os primeiros sintomas da contaminação: com dores nas pernas, o rapaz, na época com 19 anos, foi levado ao médico sob a suspeita de ter esclerose múltipla. No entanto, o diagnóstico surpreendeu: Ballard havia contraído meningite eosinofílica, uma das doenças causadas pelo verme Angiostrongylus cantonensis.

PUBLICIDADE

São hospedeiros comuns desse parasita lesmas e caramujos. Neles, a contaminação costuma acontecer após a ingestão de fezes de rato. Na maioria dos casos, o quadro de humanos contaminados não evoluem para casos graves — o que não aconteceu com Ballard.

Devido à infecção, o jovem ficou em coma por um ano e 55 dias. Quando acordou com o corpo paralisado, precisou ser alimentado por sonda. Ballard também sofria de convulsões e instabilidade da temperatura corporal. Michael Sheasby, amigo próximo do rapaz, falou sobre a primeira vez que o visitou no hospital:

“Quando eu entrei na sala, ele estava muito magro e haviam cabos por todos os lados. Foi um grande choque.”

Sam Ballard, de 28 anos, morreu na sexta-feira vítima de um parasita encontrado em lesma
Sam Ballard, de 28 anos, morreu na sexta-feira vítima de um parasita encontrado em lesma

Sam perdoou os amigos que o induziram a comer a lesma anos mais tarde, aceitando-os de volta na nova rotina. Katie Ballard, a mãe do jovem, não culpou os garotos por algo que chamou de “desafio bobo”, alegando ainda que eles estavam apenas sendo “colegas”.

A história de Ballard chamou atenção da mídia local, ganhando espaço em programas de TV do país da Oceania. De acordo com o obtuário divulgado pelo cemitério Sidney Morning Herald, as últimas palavras do rapaz foram declarações de amor à mãe, que cuidou dele ao lado dos irmãos mais novos, Joshua e Melanie.


Você pode gostar

loading...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here