Um homem de 69 anos foi preso em Madri após dar arsênico à esposa para ajudá-la a morrer. María José Carrasco, de 62 anos, sofria de esclerose múltipla há três décadas e seu quadro era irreversível.

De acordo com o jornal espanhol “El Mundo”, após ministrar a substância letal, Ángel Hernández, de 69 anos, chamou o serviço de emergência e comunicou que a esposa estava morta. Em um vídeo gravado por ele mesmo minutos antes, o homem pergunta à mulher se ela tem certeza de que deseja morrer. Ela confirma com a cabeça.

loading...
ASSISTA AQUI A PROGRAMAÇÃO DA TV N

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here