Paris (França) – A segunda semifinal de Roland Garros valerá muito mais do que apenas a vaga na final do torneio. O duelo entre a romena Simona Halep e a tcheca Karolina Pliskova, que venceram suas respectivas partidas de quartas de final nesta quarta-feira, poderá definir quem será a nova número 1 do mundo.

Das duas a que está mais perto de destronar a alemã Angelique Kerber da liderança é Pliskova, que precisa apenas chegar na final para garantir a ponta. Ela ficou a um triunfo de alcançar tal feito ao derrubar a última francesa na chave, Caroline Garcia, vencendo a atleta da casa em sets diretos, com o placar final de 7/6 (7-3) e 6/4, após 1h52 de embate.

Halep só pode se tornar número 1 caso vença suas duas próximas partidas e leve o título. A romena mostrou toda sua força e poder de recuperação contra a ucraniana Elina Svitolina, conseguindo uma incrível virada sobra a até então melhor jogadora da temporada. Depois de perder o primeiro set e entrar em um enorme buraco no segundo, ela se recuperou e fechou parciais de 3/6, 7/6 (8-6) e 6/0.

Repeteco da final de Roma, duas semanas e meia atrás, o duelo entre Svitolina e Halep colocou frente a frente as vencedoras dos principais torneios preparatórios para Roland Garros. A ucraniana começou com tudo, abriu 5/0 e chegou a ter set-point sacando em 5/1, mas teve uma das quebras devolvidas e só fechou em 6/3.

No segundo set Svitolina manteve o embalo e novamente conseguiu confortável vantagem de duas quebras, sacando em 5/2. Foi então que a lutadora romena mostrou por que é uma forte candidata ao título, devolveu os dois breaks que tinha atrás e levou a decisão para o tiebreak, no qual salvou um match-point antes de empatar o jogo.

A enorme vantagem perdida na parcial anterior parece ter mexido com a cabeça da ucraniana, que não mostrou sombra do nível que vinha apresentando no set decisivo. Svitolina perdeu os três games de saque que teve e se despediu do torneio levando um “pneu” de Halep, que irá para sua quarta semi de Slam. Ela tem vantagem no histórico com Pliskova, com quatro triunfos e apenas uma derrota.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here