botipromo_728x90

Um estudo baseado em dados de GPS concluiu que a Ferrari ainda tem vantagem sobre a rival Mercedes quando se trata de potência, enquanto a Renault e a Honda continuam fracas.

As fabricantes da Fórmula 1 regularmente conduzem sua própria análise do desempenho do motor das rivais, usando dados de GPS, fotos e todos os tipos de medições de pista e avaliações para extrapolar números e determinar onde todos estão em termos de potência do motor de combustão interna.

PUBLICIDADE

Auto Motor und Sport da Alemanha recebeu recentemente um dos estudos das fabricantes. De acordo com o relatório, a produção da Ferrari na classificação é de aproximadamente 790 HP, uma estimativa que supera a potência da Mercedes em cerca de 10 HP.

No modo de corrida, no entanto, as duas fabricantes estão praticamente no mesmo nível, pelo menos até que o componente híbrido da Ferrari entre em ação e entregue novamente uma vantagem ao SF71-H da Scuderia, que é estimada 17 hp.

O arranjo de duas baterias da equipe italiana associado ao seu sistema de recuperação de energia tem sido objeto de muita especulação e intriga nesta temporada, mas um exame minucioso da FIA revelou a legalidade do sistema.

Somente a parte híbrida da Ferrari consegue extrair mais cerca de 232 hp de potência e mais torque, que ainda não foi medido, mas acredita-se que seja cerca de 5% a mais do que o Mercedes.

De acordo com a Auto Motor und Sport, a Renault e Honda ainda estão muito atrás de seus rivais, com o mais recente Spec C da fábrica francesa – usado apenas até agora pela Red Bull – entregando apenas 730 HP, enquanto seu Spec B produz 710 HP.

O progresso da Honda nesta temporada – tanto em termos de desempenho quanto confiabilidade – trouxe seu motor para até 715 HP, um número que na verdade excede a unidade Spec B da Renault em 5 hp.

No entanto, a fabricante japonesa tem trabalhado duro ultimamente, e poderia apresentar a tempo para o GP dos EUA um motor Spec-3 com 750 HP.

Tudo isso é apenas falando do motor de combustão interna, que já eles estão praticamente no limite do desenvolvimento possível quando considerado a quilometragem que ele tem que fazer (7 corridas inteiras) e seu tamanho diminuto de 1.600 cilindradas.

loading...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here