O escândalo de abuso sexual entre atletas nos EUA chegou também no MMA. Depois de Larry Nassar, ex-médico da seleção de ginástica do país, ser condenado há 175 anos de prisão, agora o vexame está também entre os homens. O ex-campeão dos pesados do UFC, Mark Coleman, com mais de 100 ex-estudantes da Universidade Ohio State, acusam o ex-médico da equipe de wrestling Richard H. Strauss do mesmo crime.

O ex-lutador, de 54 anos, revelou que foi uma das vítimas do falecido médico durante o tempo em que competiu pela universidade. Coleman garantiu que está disposto a cooperar com as investigações sobre o caso.

Em um longo comunicado enviado a agência de notícias AP, Coleman reafirma a culpa do ex-médico, mas não acusou o deputado federal Jim Jordan, ex-assistente técnico durante o período dos abusos reportados de Strauss. Porém, em declaração ao ‘Wall Street Journal’, o lutador afirmou que o hoje parlamentar sabia sobre o caso ‘a não ser que ele tenha demência ou algo que tenha apagado sua memória sobre o que acontecia’.

Mark Coleman

Antes de ser campeão do UFC, em 1997, Coleman teve uma carreira de sucesso no wrestling. O ‘Martelo’, como ficou conhecido, cursou o último ano da faculdade em Ohio State, em 1986, e foi campeão nacional. Na sequência ainda foi vice-campeão mundial no estilo livre. Ele ainda disputou as Olimpíadas de Barcelona, em 1992 representando os EUA. Sua estreia no MMA aconteceu no UFC 10, em 1996. Em sua carreira, Mark soma triunfos importantes sobre nomes como: Don Frye, Dan Severn e Mauricio Shogun.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here