Fernanda e Bárbara durante entrevista em Fort Lauderdale (Créditos: Divulgação/FIVB)
botipromo_728x90

A etapa de Maceió (AL) do Circuito Brasileiro Open de vôlei de praia 2017/2017 começa nesta semana, na Praia da Pajuçara. E três duplas chegarão embaladas à capital alagoana, já que conquistaram títulos importantes nas duas últimas semanas e esperam manter o bom desempenho na penúltima etapa do tour nacional.

Fernanda Berti/Bárbara Seixas (RJ) venceram o Major Series dos EUA, pelo Circuito Mundial 2018. Já Victoria/Tainá (MS/SE) e Vitor Felipe/Guto (PB/RJ) conquistaram a etapa de Santa Cruz Cabrália, na Bahia, pelo Circuito Sul-Americano 2018. Os três times não disputam o classificatório e já estão garantidos diretamente na fase de grupos.

PUBLICIDADE

Fernanda Berti comentou a conquista da etapa cinco estrelas do tour internacional, a que rende mais pontos e maior premiação. A final foi vencida por 2 sets a 0 sobre as compatriotas Carol Horta e Taiana (CE). Para a bloqueadora, o título representa um trabalho longo e complexo da comissão técnica, e espera repetir o bom desempenho em Maceió.

“Foi uma conquista muito importante pelo grande esforço de toda equipe. São diversos profissionais trabalhando conosco, então Bárbara e eu estamos muito unidas em representar bem toda essa engrenagem. Vencer um torneio de nível tão alto é excelente, mas cada competição é diferente. Vamos fazer como nos Estados Unidos, focadas em cada ponto, jogo a jogo”, disse.

Quem também comemorou foi a parceria de Vitor Felipe e Guto. Eles superaram os argentinos Azaad e Capogrosso na decisão do Sul-Americano, conquistando o primeiro título do time, formando em setembro do ano passado. O bloqueador paraibano analisou.

“Estamos felizes principalmente pelo fato de termos conseguido jogar bem todos os jogos, apresentar uma regularidade e um bom volume. Isso me deixa mais feliz até do que o primeiro título. Sacamos muito bem, especialmente na final. Levar um título de volta para o Brasil é sempre um orgulho muito grande. Vamos buscar entrar com a mesma energia e alegria em Maceió, o nível do nosso torneio é sempre alto e temos que estar focados”, destacou.

Outra dupla empolgada por mais uma conquista é Tainá e Victoria. Em Santa Cruz Cabrália elas superaram as compatriotas Juliana e Andressa (CE) por 2 sets a 0 para vencerem pela segunda vez uma etapa do Circuito Sul-Americano 2018. Elas já haviam sido campeãs em Rosário, na Argentina. Além disso, na etapa anterior do Circuito Brasileiro, fizeram final e ficaram com a prata, sendo superadas na decisão por Ágatha e Duda.

O torneio conta com 24 duplas em cada naipe, que são selecionadas da seguinte forma: os 16 times mais bem colocados no ranking nacional entram direto na fase principal, enquanto as outras oito duplas saem do classificatório, que ocorre na quarta (masculino) e quinta-feira (feminino), permitindo renovação, com times de fora do ranking entrando no evento.

O classificatório conta com até 32 times que disputam partidas eliminatórias diretas, com os últimos oito ‘sobreviventes’ finais avançando para a fase de grupos.

As 24 duplas disputam a fase de grupos em seis grupos de quatro times. Os primeiros e segundos colocados de cada chave, além dos quatro melhores terceiros, vão para as oitavas de final. Desta etapa em diante o torneio segue em formato eliminatório direto até a decisão. A final masculina acontece na noite de sábado (17.03), enquanto a disputa do ouro no torneio masculino fica para a manhã de domingo (18.03).

No torneio masculino, as 16 duplas já garantidas pelo ranking são Evandro/André Stein (RJ/ES), Vitor Felipe/Guto (PB/RJ), Alison/Bruno Schmidt (ES/DF), Pedro Solberg/George (RJ/PB), Álvaro Filho/Saymon (PB/MS), Hevaldo/Arthur Lanci (CE/PR), Ramon Gomes/Fernandão (RJ/ES), Léo Vieira/Jô (DF/PB), Harley/Jeremy (DF/RJ), Márcio Gaudie/Moisés (RJ/BA), Thiago/Marcus Borlini (SC/ES), Lipe/Fábio Bastos (CE), Vinícius/Luciano (ES), Benjamin/Pedro Henrique (MS/PB), Eduardo Davi/Ricardo (PR/BA) e Luccas Lima/Guto (SP).

Já as 16 duplas femininas classificadas pelo ranking são Carol Solberg/Maria Elisa (RJ), Ágatha/Duda (PR/SE), Ana Patrícia/Rebecca (MG/CE), Tainá/Victoria (SE/MS), Fernanda

Berti/Bárbara Seixas (RJ), Josi/Lili (SC/ES), Juliana/Andressa (CE/PB), Val/Ângela (DF/RJ), Andrezza/Rachel (AM/RJ), Érica Freitas/Thati (MG/PB), Izabel/Renata (PA/RJ), Carolina Horta/Maria Clara (CE/RJ), Vitoria/Juliana Simões (RJ/PR), Vivian/Naiana (PA/CE), Luiza Amélia/Semírames (CE/SP) e Sandressa/Neide (AL).

Após cinco etapas, Ágatha e Duda lideram com 1.760 pontos o ranking geral, mas considerando o descarte do pior resultado, aparecem atrás de Carol Solberg e Maria Elisa, que somam 1.720 pontos. No masculino, os campeões mundiais Evandro e André lideram com 1.800 pontos, seguidos por Vitor Felipe/Guto, que somam 1.600 pontos.

O Circuito Brasileiro é composto por sete etapas, três que foram realizadas em 2017 – Campo Grande (MS), Natal (RN) e Itapema (SC) – e mais quatro neste ano. Além de Fortaleza (CE), João Pessoa (PB) e agora Maceió (AL), a competição passará por Aracaju (SE), de 4 a 8 de abril. Ainda em abril ocorre também a disputa do SuperPraia, que reúne os melhores times da temporada e ocorre de 25 a 29, em Brasília (DF).

loading...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here