Depois de vencer a Polônia na terça-feira (27.06) por 3 sets a 0, o Brasil conseguiu mais um resultado positivo na última partida preparatória antes do Grand Prix em território brasileiro. Nesta quinta-feira (29.06) diante de 3.980 torcedores, a equipe do treinador José Roberto Guimarães levou a melhor sobre a Polônia por 3 sets a 0 (25/21, 25/11 e 25/23), em 1h17 de jogo, no ginásio do Ibirapuera, em São Paulo.

Assim como na primeira partida, Brasil e Polônia jogaram um set extra e novamente o Brasil saiu de quadra com a vitória, desta vez por 25/19.

A ponteira Rosamaria e a oposta Tandara foram as maiores pontuadoras do confronto, com 12 pontos cada. A campeã olímpica Natália também teve boa pontuação, com 11 acertos. Pelo lado das polonesas, a atacante Smarzek foi quem mais pontuou, com 14 pontos.

A oposta Tandara comentou sobre a importância desses amistosos na preparação do Brasil para o Grand Prix

“Esses amistosos serviram para nós sentirmos a evolução que tivemos do torneio de Montreux para o nosso momento atual. Isso pode ter feito a diferença para começarmos bem o Grand Prix. Temos que ter paciência e seguir treinando forte para alcançarmos o nível que buscamos”, disse Tandara.

A central Carol ressaltou qualidades na Polônia e chamou a atenção para o momento atual do grupo brasileiro.

“A Polônia tem jogadoras altas e uma levantadora de qualidade. Foi muito bom termos disputado essas partidas contra um time de qualidade no Brasil. Precisamos jogar para evoluirmos taticamente e tecnicamente. Foi uma boa preparação para o Grand Prix”, explicou Carol.

O treinador José Roberto Guimarães fez questão de elogiar a eficiência do saque brasileiro no confronto contra a Polônia.

“Gostaria que a Polônia tivesse pressionado mais como aconteceu no primeiro e no terceiro sets, mas por outro lado o nosso saque foi bastante preciso em determinados momentos e o sistema defensivo funcionou. Buscamos as melhores opções durante a partida e estamos ajustando o time aos poucos. Nossa equipe se mostrou muito aguerrida e será importante termos os testes que teremos durante o Grand Prix”, afirmou José Roberto Guimarães.

O Brasil viajará no sábado (01.07) para Turquia, onde disputará a primeira etapa do Grand Prix de sete a nove de julho e o time verde e amarelo terá como adversários a Bélgica, a Sérvia e a Turquia. A estreia das brasileiras será no dia sete de julho, às 13h30 (horário de Brasília) contra a Bélgica. As brasileiras são as atuais campeãs da competição e lutam pelo 12º título.

A equipe brasileira para os amistosos em Belo Horizonte (MG) e São Paulo (SP) foi composta pelas levantadoras Roberta, Naiane e Macris, as opostas Tandara, Monique, Fernanda Tomé e Edinara, as ponteiras Natália, Rosamaria, Drussyla e Amanda, as centrais Carol, Adenízia, Bia e Mara e as líberos Suelen e Gabi.

O JOGO

A Polônia começou melhor e fez 5/1. Neste momento, o treinador José Roberto Guimarães pediu tempo. O Brasil cresceu de produção e encostou (6/5). Depois de um longo rally, o time verde e amarele deixou tudo igual com um ponto de contra-ataque da ponteira Natália (7/7). A parcial ficou disputada ponto a ponto. Com um bom volume de jogo, a Polônia abriu três pontos no placar (15/12). Quando as europeias fizeram 16/12, o técnico José Roberto Guimarães voltou a parar o jogo. Numa boa sequência de saques da central Carol, o time verde e amarelo voltou a encostar no placar (16/15). Com um ace da ponteira Rosamaria, as brasileiras viraram o marcador (19/18). Bem no bloqueio, o Brasil abriu dois pontos (22/20). As donas da casa foram melhores na parte final da parcial e venceram o primeiro set por 25/21.

O Brasil voltou melhor para o segundo set e fez 8/3. O Brasil seguiu ditando o ritmo da parcial e abriu oito pontos (12/4). Numa boa sequência de saques da ponteira Natália, o time verde e amarelo fez 20/8. O time do treinador José Roberto Guimarães dominou a parcial até o final e venceu o segundo set por 25/11.

Com Tandara bem no ataque, o Brasil fez 15/8 no  terceiro set. O time verde e amarelo seguiu melhor e numa bola rápida da central Carol abriu oito pontos (18/10). A Polônia cresceu de produção e encostou no marcador (23/20). O Brasil segurou uma reação das polonesas e venceu o terceiro set por 25/23 e o jogo por 3 sets a 0.

Share This:

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA