A partir desta sexta-feira (14.07), às 23h, contra os EUA, a seleção feminina Sub-20 do Brasil inicia a caminha em busca de mais um título. A equipe verde e amarela está em Boca Del Río, no México, para a disputa do campeonato mundial da categoria. O time brasileiro está no grupo C que também tem Sérvia e Cuba.

O time é comandado por Hairton Cabral e é formado por um grupo alto. A média entre as meninas é de 1,86m. Após uma sequência de treinos em Saquarema e uma excursão na China, o treinador se sente confiante para a estreia.

“Fizemos uma ótima preparação. A nossa expectativa é muito boa. Nossa chave é a mais difícil, e estrear contra os EUA será um grande desafio. Nossa equipe está muito bem preparada. Tivemos bons amistosos preparatórios contra a China na semana passada. Temos que controlar nossa ansiedade, e colocar em quadra o que fizemos nos treinos. Teremos adversárias difíceis nessa primeira fase, mas quem jogar contra a gente também terá um jogo duro pela frente”, contou o treinador.

A equipe brasileira no México é formada pelas opostas Tainara e Lorrayna, as levantadoras Amanda Sehn e Jackeline Moreno, as centrais Diana Alecrim, Lorena Viezel e Karyna Malachias, as ponteiras Julia Bergamann, Julia Moura, Karina Barbosa e Glayce Kelly, e a líbero Nyeme Costa.

A seleção feminina Sub-20 do Brasil tem um bom retrospecto em campeonatos mundiais nesta categoria. A equipe verde e amarela está desde 1999 sem sair do pódio. Na última edição, em 2015, em Porto Rico, o time brasileiro ficou com a prata, e já acumula 13 medalhas ao longo da história da competição (seis ouros, cinco pratas e dois bronzes). A última vez que as meninas do Brasil subiram ao lugar mais alto do pódio foi na Tailândia em 2007.

Share This:

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA