A partir desta sexta-feira (14.07), às 23h, contra os EUA, a seleção feminina Sub-20 do Brasil inicia a caminha em busca de mais um título. A equipe verde e amarela está em Boca Del Río, no México, para a disputa do campeonato mundial da categoria. O time brasileiro está no grupo C que também tem Sérvia e Cuba.

O time é comandado por Hairton Cabral e é formado por um grupo alto. A média entre as meninas é de 1,86m. Após uma sequência de treinos em Saquarema e uma excursão na China, o treinador se sente confiante para a estreia.

“Fizemos uma ótima preparação. A nossa expectativa é muito boa. Nossa chave é a mais difícil, e estrear contra os EUA será um grande desafio. Nossa equipe está muito bem preparada. Tivemos bons amistosos preparatórios contra a China na semana passada. Temos que controlar nossa ansiedade, e colocar em quadra o que fizemos nos treinos. Teremos adversárias difíceis nessa primeira fase, mas quem jogar contra a gente também terá um jogo duro pela frente”, contou o treinador.

A equipe brasileira no México é formada pelas opostas Tainara e Lorrayna, as levantadoras Amanda Sehn e Jackeline Moreno, as centrais Diana Alecrim, Lorena Viezel e Karyna Malachias, as ponteiras Julia Bergamann, Julia Moura, Karina Barbosa e Glayce Kelly, e a líbero Nyeme Costa.

A seleção feminina Sub-20 do Brasil tem um bom retrospecto em campeonatos mundiais nesta categoria. A equipe verde e amarela está desde 1999 sem sair do pódio. Na última edição, em 2015, em Porto Rico, o time brasileiro ficou com a prata, e já acumula 13 medalhas ao longo da história da competição (seis ouros, cinco pratas e dois bronzes). A última vez que as meninas do Brasil subiram ao lugar mais alto do pódio foi na Tailândia em 2007.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here