botipromo_728x90

RIO DE JANEIRO (Reuters) – O presidente eleito Jair Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira que “alguma coisa” da Petrobras pode ser privatizada, mas não toda a estatal, uma vez que se trata de uma empresa estratégica.

Em entrevista a jornalistas no Rio de Janeiro, Bolsonaro disse ainda que o atual presidente da Petrobras, Ivan Monteiro, pode assumir a presidência o Banco do Brasil, mas que isso ainda não está confirmado.

PUBLICIDADE

Nesta segunda-feira, o futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, anunciou que o economista Roberto Castello Branco vai presidir a Petrobras no governo de Bolsonaro.

Bolsonaro disse que vem conversando com Guedes sobre a possibilidade de privatizar setores da Petrobras, mas garantiu que não pretende vender completamente a estatal em seu mandato.

“É uma empresa estratégica e nós estamos conversando sobre isso aí”, disse ele na porta do condomínio onde mora numa tumultuada entrevista.

“Estou conversando com ele (Guedes) e não sou o inflexível, mas temos que, com muito responsabilidade, levar avante um plano como esse aí. Podemos conversar, agora, entendo que uma empresa estratégica pode ser privatizada em parte, sim.”

Mais cedo, o vice-presidente eleito, general da reserva do Exército Hamilton Mourão, disse em Brasília que atividades de refino e de distribuição da Petrobras podem vir a ser privatizadas. Na semana passada, em conferência com investidores, Mourão falou da possibilidade de privatização da BR Distribuuidora.

Bolsonaro disse também que ainda não definiu o destino de Monteiro em seu governo, mas admitiu que ele pode assumir o comando do Banco do Brasil, onde já atuou,

“Talvez ele vá para o Banco do Brasil, mas não tenho certeza”, disse.

Bolsonaro disse que o time para a área econômica de seu governo –que já tem Guedes, Castello Branco, Roberto Campos Neto, que assumirá o Banco Central; Joaquim Levy, que chefiará o BNDES; e Mansueto Almeida, que seguirá à frente da Secretaria do Tesouro– é testado pelo mercado financeiro que, em sua avaliação, vem reagindo bem às escolhas.

(Reportagem de Rodrigo Viga Gaier)


Você pode gostar

loading...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here