O Atlético tem a complicada missão de vencer o Santos por, no mínimo, dois gols de diferença, nesta quinta-feira (10), às 21h45, na Vila Belmiro, para avançar às quartas de final da Libertadores. A partida de ida terminou 3 a 2 para o time paulista, em partida realizada na Vila Capanema. Caso o placar se repita, a decisão do classificado será definida nas penalidades máximas.

Discurso otimista

Mesmo com a situação complicada, o discurso dentro do Rubro-Negro é de muita confiança na classificação e o técnico Fabiano Soares afirmou que o time não vai desistir em nenhum momento do confronto. “Nós não vamos renunciar a nada. Somos um grande do Brasil, temos uma estratégia, o Paulo Autuori tem nos ajudado bastante com sua experiência. Depois vamos ver no final se fomos capazes ou não. Temos equipe para reverter isso. Eu confio e espero que todos confiem também”, declarou.

Novidades entre os inscritos

O Rubro-Negro inscreveu o lateral-esquerdo Fabrício e o atacante Ribamar para o restante da Libertadores. Eles se juntam ao lateral-direito Gustavo Cascardo, o meia Guilherme e o atacante Ederson que entraram na lista antes do jogo de ida das oitavas de final.

Provável escalação do Furacão

Fabiano Soares preferiu não dar pistas da escalação para a partida decisiva desta quinta-feira. No último treinamento, Sidcley permaneceu na lateral-esquerda e Felipe Gedoz deve pintar como a grande novidade no trio de ataque com Nikão e Ribamar.

O provável time do Atlético para enfrentar o Santos tem Weverton; Jonathan, Paulo André, Thiago Heleno e Sidcley; Matheus Rossetto, Lucho González e Guilherme; Nikão, Felipe Gedoz e Ribamar.

Na história

Atlético e Santos já se enfrentaram uma vez no mata-mata da Libertadores e na ocasião, o Rubro-Negro levou a melhor nos dois confrontos. O jogo na Vila Belmiro terminou 2 a 0, placar que é o suficiente para uma nova classificação atleticana.

Ontem, na Banda B

Share This:

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA