O adolescente que teve a testa tatuada com a frase “Sou ladrão e vacilão” foi internado na tarde desta terça-feira (13) em uma clínica particular no interior de São Paulo. O local não será divulgado para que o menino consiga ter “paz” para o tratamento e se recuperar do vício em álcool e drogas. O procedimento para retirada tatuagem será avaliada nos próximos dias.

Segundo o advogado Leonardo Rodrigues, a família preferiu aceitar o convite da clínica particular, que ofereceu o tratamento de forma gratuita. “É um lugar diferente dos outros por onde ele passou, pois é fechado e isso evitaria uma possível fuga dele no tratamento, como ocorreu outras vezes.”

Rodrigues informou ao G1 que o jovem só fará a remoção quando especialistas em dermatologistas assegurem a melhor maneira de fazer a remoção da tatuagem. “Recebemos o convite de muitas clínicas para fazer a retirada. Alguns falaram que é melhor esperar a cicatrização da tatuagem, mas há quem diga que é melhor a retirada o quanto antes. Vamos avaliar o que for a melhor medida.”

Nesta terça-feira, uma equipe de psicólogos e assistentes sociais estiveram na casa da avó do menino, em São Bernardo do Campo, para providenciar a internação dele no Centro de Atenção de Psicossocial (Caps) da cidade, mas foram informados que o tratamento seria feito na clínica particular.

A Prefeitura de São Bernardo do Campo informou, em nota, que a família alegou que “o adolescente está muito abalado, com a situação e a repercussão do caso na imprensa. Além disso, firmamos uma parceria com a Faculdade de Medicina do ABC, onde seria disponibilizado todo procedimento médico e cirúrgico ao adolescente. A administração segue à disposição da família”.

G1

Share This:

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA